Respiração do Método Pilates

Joseph Pilates tinha grande interesse na respiração porque tinha asma quando criança, por isso a respiração era muito importante pra ele, tanto que uma frase sua é muito lembrada até hoje:  “acima de tudo aprenda a respirar corretamente”.

O motivo de treinarmos a respiração é a purificação, oxigenação, circulação. Precisamos que o sangue circule, que leve oxigênio e nutrientes para várias partes do corpo, que elimine impurezas, enfim, e uma das formas de fazer isso é através da respiração.

Em todos os exercícios de pilates, seja no solo ou nos equipamentos, vamos tentar usar todos os princípios do método (respiração, controle, concentração, centralização, precisão e fluidez), mas a base é a respiração.

Você pode treinar sentado ou deitado, colocando suas mãos em suas costelas e pressione um pouco.

No pilates vamos expandir para os lados a caixa torácica na inspiração e contrair na expiração, não apenas os abdominais, mas toda região do tórax, baixando as costelas. Inspire pelo nariz e expire pela boca.

Evite a protusão abdominal (subir a barriga) na inspiração ou expiração, para não estender a coluna ou desestabilizá-la. Precisamos manter o tronco estabilizado. Um dos princípios da respiração no Pilates é acionar os abdominais mantendo controle da coluna sem desestabilizá-la.

CLIQUE AQUI e veja um vídeo com a vista posterior do movimento das costelas na respiração do método Pilates.

Agora basta praticar em posições variadas e manter a concentração!

Apresentação1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s