pilates vittalis studio porto alegre
pilates vittalis studio porto alegre

Estudos recentes tem demonstrado o avanço precoce da osteoporose em pessoas de meia idade. Esta doença “silenciosa” que geralmente era associada a população idosa, atualmente está atingindo pessoas mais jovens. A Osteoporose (osso poroso) é a perda progressiva e silenciosa de massa óssea, o que pode resultar em dores pelo corpo, principalmente nas costelas, nas costas e pescoço, “perda da altura”, aumentando o risco de fraturas.

Segundo alguns autores, a justificativa para o aumento da osteoporose entre a população é o estilo de vida que a cada dia vai ficando mais sedentário, a má alimentação (pobre em cálcio), o uso abusivo de cigarros e álcool e a falta de exercícios físicos.
O diagnóstico e tratamento para osteopenia e/ou osteoporose deve ser realizado precocemente, pois quanto antes intervirmos, melhores serão os resultados. Geralmente os tratamentos são baseados em uma dieta específica para cada caso, com suplementação ou não de cálcio/ medicamentos/reposição hormonal/vitaminas prescrita por um médico e/ou especialista, e na prática de exercícios de resistência (musculação, caminhada, pilates), ou seja, que produzam tensão para que o osso possa se remodelar.
Dentre os exercícios de resistência, o pilates é uma ótima opção, porém como em qualquer atividade, o instrutor deve pesquisar e modificar os exercícios para pessoas que apresentam osteopenia e/ou osteoporose, pois se os exercícios forem mal orientados, pode-se aumentar os riscos de fratura.
De acordo com um estudo realizados por Sinaki e Mikkelson, exercícios de extensão da coluna aumentam em 16% o risco de fratura nas vértebras, exercícios de flexão da coluna aumentam em 89% e de flexão com rotação em53%. Segundo os mesmos autores, pessoas que apresentaram músculos extensores mais fortes, possuem mair densidade mineral óssea em sua coluna. Estes fatos são comprovados devido ao corpo da vértebra (parte anterior) possuir maior concentração de osso trabecular (esponjoso), sendo mais sucetível a lesão por fratura, entretanto, os processos espinhosos, pedículos e lâminas (parte posterior da vértebra) possuem maior cencentração de osso cortical, tendo menor risco de fratura por estresse. Durante os movimentos de flexão, flexão lateral e flexão associada a rotação, a parte anterior da vértebra é submetida a carga de compressão, onde a estrutura é mais frágil, aumentando o risco de fraturas por compressão. Deste modo, os exercícios de mat pilates, com acessórios e/ou nos aparelhos que contenham flexão da coluna, flexão lateral e flexão associada a rotação são contra-indicados para pessoas com osteopenia e/ou osteoporose.

Segundo um estudo de Sherri Betz (foto), especialista em Pilates para clientes com osteoporose, além dos exercícios de extensão apresentarem menor risco de fraturas, os mesmos proporcionaram melhora da densidade mineral óssea. Ela sugere que os instrutores de pilates fiquem atentos a prescrição correta dos exercícios para pessoas com osteopenia e/ou osteoporose, devendo os mesmos evitar os exercícios que contenham flexão, flexão lateral e flexão com rotação da coluna. Entretanto, todos os exercícios contra-indicados do repertório de pilates podem ser adaptados.

Logo abaixo, listo os exercícios indicados e contra-indicados para pessoas com osteopenia e osteoporose segundo Sherri Betz (retirados das referências no final da postagem).

Exercícios contra-indicados: Hundred, Roll-Up, Roll-Over, Rolling Back, Rolling Like a Ball, Scissors, Spine Stretch, Rocker With Open Legs/Open Leg Rocker, Corkscrew, Criscross, Saw, Neck Pull, Bicycle, Spine Twist, Jack-Knife, Teaser, Boomerang, Seal, Crab, Rocking, Control Balance, todos fazem parte do repertório de mat pilates, nos aparelhos devemos evitar quaisquer exercícios que realizem flexão, flexão lateral e flexão com rotação tais como o monkey no reformer, mermaid no reformer ou Wall, Roll down no wall, Standing Roll Down na cadeira, The cat no Wall, entre outros.

Exercícios Indicados: Single leg kick, Double Leg kick, Sholder Bridge, Side Kick, Leg Pull front, Leg Pull Back, Extensão do tronco em prono, Swan, Dead Bug, Psoas Stretches- adaptado por Eve’s Lunge no reformer, Hundred (com a cabeça no solo), knees straight, Prone Hip Lift (ponte), Squat/Plié – Pump one leg (variações da série em pé na frente da Wunda Chair), Half Kneeling, , Push-Up na parede (modificado), Prone Spine Extension no trapézio, entre outros.

REFERÊNCIAS:

blog
Betz, S. 1999. The Osteoporosis Exercice Book. Osteo Fisioterapia.
Betz, S. Pilates exercice for osteoporosis: Building Better Bones – DVD
Betz, S. Pilates for Seniors – The Osteoporosis Workout – DVD
Betz, S. Modifying Pilates for clients with osteoporosis. ARTIGO
Betz, S. Apostila: TheraPilates para osteoporose, 2008. I Encontro Sudeste de Pilates.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s