pilates gestante

Você sabia que nascem 3 a 4 bebês a cada segundo, 250 a cada minuto , mais de 15 mil a cada hora,  e 4 milhões a cada ano (de acordo com a ask.com)?

São muitos bebês né? São tantos que às vezes esquecemos o milagre que é esse evento. De fato é um milagre pois de acordo com a Baby.com, cerca de 10% dos casais em idade reprodutiva nos EUA terão dificuldade para engravidar (30% por problemas de fertilidade feminina e 30% masculina, e o restante por fatores inexplicáveis que envolve ambos).

Pouco se ouve falar sobre técnicas que auxiliam física e mentalmente as mulheres gravidas, mas sabemos que essa fase envolve rápido aumento de peso, expansão pélvica, estiramento dos ligamentos, músculos e parede abdominal, aumento de hormônios e possíveis complicações como diabetes, pré-eclâmpsia, edema ou inchaço, irritabilidade, etc. essas são razões mais que suficientes para que as mamães tenham um cuidado extra com a saúde nesse período e após a gestação também.

O parto também envolve várias alterações corporais, especialmente as cesarianas, que cirurgicamente cortam os músculos e requer algumas semanas de cuidados pós-operatório.

Veja 5 razões para fazer Pilates durante e após o parto:

1 Hormônios: eles aumentam na gravidez e após o parto os níveis mudam novamente, podendo causar sensibilidade emocional, ansiedade, depressão. O Pilates como exercício leve será uma ótima maneira de acalmar a ansiedade, aumentar endorfinas e ajudar na melhoria global do humor. Será uma segura e relaxante de voltar a se exercitar.

2 Abdomen: quando a parede abdominal é distendida na gravidez, provoca fraqueza desses músculos, o que pode levar a lombalgia. No caso das cesáreas há ainda o agravante do corte dos músculos, o que exige uma reabilitação que o Pilates certamente trará, uma vez que o foco do método é a powerhouse, o centro do corpo.

3 Pelve: o hormônio relaxina liberado na gravidez auxilia também na expansão da pelve para preparar para o parto. Isso pode causar desalinhamento e compressões ciáticas. Com o nascimento do bebê é importante fortalecer os músculos que suportam a pelve e auxiliar seu realinhamento.

4 Mente: ter um bebê para cuidar já é trabalho suficiente, adicione a isso outros filhos, casa para administrar, um trabalho fora, amamentação. É muito importante que as mamães tenham um tempo para si, para se cuidar, para fazer exercícios, dormir, relaxar. O Pilates vai auxiliar com a respiração, concentração e melhora da auto estima.

5 Coluna: as costas carregam o peso do nosso dia-a-dia, mas se usássemos mais nossa powerhouse muito já se aliviaria dessa sobrecarga. Fortalecendo os músculos do centro com Pilates, a coluna estará mais estabilizada e contará com apoio de músculos fortes para os movimentos.

Fonte: http://www.examiner.com/article/5-reasons-why-you-should-rehabilitate-with-pilates-after-childbirth

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s